06/02/2018

Ajuda Financeira

Postado por Equipe de Marketing

0

Educação é um dos melhores e mais importantes investimentos que podemos fazer na vida, não é? Afinal, conhecimento é um bem que levamos conosco para sempre, gerando frutos por toda nossa trajetória - profissional e pessoal. Contudo, você há de convir que é um investimento alto e por isso requer um certo planejamento financeiro pessoal, sobretudo para quem quer cursar uma faculdade. Mas também não é nenhum bicho de sete cabeças. Além das facilidades oferecidas por algumas instituições por meio de bolsas de estudo ou crédito/financiamento estudantil, valem algumas dicas que podem ajudar você a administrar melhor seu orçamento e não passar aperto para pagar a faculdade.

 

Tudo sob controle

A base de qualquer planejamento financeiro pessoal, seja para pagar a faculdade, comprar um carro ou mesmo um apartamento, é ter total controle sobre o dinheiro que você ganha e o que você gasta – é muito simples, mas ninguém se preocupa em fazer, né? Com esse controle financeiro, você conseguirá enxergar melhor para onde está indo seu dinheiro. Sabe aqueles pequenos gastos cotidianos, que muitas vezes passam despercebidos, mas somados no final do mês levam embora boa parte do seu orçamento? Pois é... Muitas vezes são gastos supérfluos, que poderiam render uma boa economia sem muito esforço.

 

Só o essencial

Falando em supérfluo, você precisa analisar criticamente seus gastos e definir o que é realmente essencial e o que pode ser cortado ou mesmo adiado. Uma boa forma de fazer esse controle de gastos é separá-los em despesas fixas – valores fixos que você tem que pagar todo mês – ou variáveis – que variam mês a mês. Normalmente, as variáveis são mais fáceis de cortar, mas nada de manter despesas fixas que não são essenciais – pelo menos na fase da faculdade. E lembre-se de evitar o consumo impulsivo, se perguntando antes da compra se você de fato precisa daquele produto, se realmente vai usá-lo e como poderia fazer melhor uso daquele dinheiro.

 

Defina limites

Definir limites para os tipos de despesa com base na sua renda também é uma boa dica para auxiliar no controle financeiro. Por exemplo, pode ser perigoso você administrar uma despesa fixa que sozinha represente mais de 30% do seu orçamento mensal, pois sua margem de manobra ficará bem reduzida caso haja imprevistos. E nem pensar em utilizar o limite do cheque especial ou do rotativo do cartão de crédito nessas situações, pois os juros cobrados por essas linhas de crédito estão entre os mais altos do mercado.

 

Quem poupa tem

Em um planejamento financeiro pessoal é fundamental ter uma poupança à qual você possa recorrer no caso de imprevistos. Por isso, procure separar algum dinheiro todo mês – 5% ou 10% da sua renda – para manter como reserva. Por menor que seja a quantia poupada mensalmente, ela será de grande valia numa emergência – ou um dinheiro extra que você terá poupado caso não precise utilizá-lo para esse fim. Porém ele deve ser prioridade dentro do seu orçamento. Procure separá-lo antes mesmo de quitar suas despesas – se não der, tente rever suas despesas para que essa reserva caiba na sua receita.

 

Como controlar tudo isso?

É fundamental, para sua organização financeira, que você registre todas suas receitas e despesas pessoais em algum lugar que lhe permita ter uma visão geral do fluxo do seu dinheiro. Uma opção bastante utilizada para esse fim são as planilhas tipo Excel. Uns amam, outros odeiam, mas o fato é que elas conseguem organizar bem as informações e fazer automaticamente alguns cálculos e projeções que você necessita. Você pode formatar a sua planilha do zero ou mesmo encontrar modelos prontos e gratuitos disponíveis na internet. Para quem não gosta ou não tem familiaridade com planilhas, uma boa opção são os aplicativos de finanças pessoais. Gratuitos, alguns deles oferecem a possibilidade de registrar automaticamente gastos nos cartões de débito e crédito, dividi-los por categorias e estabelecer limites para controle de despesas. Prático, né?

Seja o primeiro a comentar.

To prevent automated spam submissions leave this field empty.